Busca:

Alimentos voltam a desacelerar


O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou taxa negativa na terceira prévia do mês de julho. O índice mensal calculado ficou em -0,11% deste mês, até o dia 22. A prévia foi divulgada nesta segunda-feira pela Fundação Getulio Vargas.

197493898_44513ae66b

Esta é a terceira queda de preços verificada em julho. Na primeira prévia do mês, medida até o dia 7, o IPC-S havia variado também -0,11%. Já na segunda prévia, medida até o dia 15, a deflação tinha sido mais intensa: -0,13%.

Os produtos da categoria alimentação voltaram a contribuir para a deflação. Os preços desses produtos caíram 0,88% nesta prévia. O tomate registrou recuo de 16,86%, manga teve queda de 13,51% e a batata-inglesa, de 6,77%.

Os itens da categoria educação, leitura e recreação tiveram desaceleração de 0,16%. De acordo com o relatório do IPC-S, as passagens aéreas, por exemplo, caíram 9,14%. As demais categorias do IPC-S tiveram alta nos preços. Em três delas, porém, o aumento verificado foi menor do que o registrado na prévia passada.

O aumento dos preços da habitação passou de 0,32% para 0,28%; o de saúde e cuidados pessoais, de 0,39% para 0,35%; e o de despesas diversas, de 0,04% para 0,02%.

A variação dos preços da categoria vestuário ficou estável: 0,38%. Já no item transportes, os preços, que haviam caído 0,17% da prévia passada, subiram 0,14% nesta apuração.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil