Busca:

Alta na previsao do IPCA


Respeito aos níveis da inflação o mercado financeiro sobe estimativa de inflação para 2010 e 2011. E assim que voltou a elevar, na última semana, a sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano e, também, de 2011, informou o Banco Central, por meio do relatório de mercado. O documento é fruto de pesquisa com os economistas do mercado financeiro.

Para o IPCA deste ano, a previsão do mercado avançou de 5,85% para 5,88%. Essa foi a décima quarta semana seguida de aumento da previsão. Ao mesmo tempo, a expectativa dos analistas para o IPCA de 2011 subiu de 5,21% para 5,29%.

No Brasil, vigora o sistema de metas de inflação, pelo qual o BC tem de calibrar os juros para atingir as metas pré-estabelecidas. Para 2010 e 2011, a meta central de inflação é de 4,5%.

Deste modo, o IPCA pode ficar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida. Com isso, as estimativas do mercado estão acima da meta central para os dois anos, mas dentro do intervalo de tolerância de dois pontos percentuais.

Para conter as pressões inflacionárias, os economistas do mercado financeiro continuam prevendo que o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, após manter os juros estáveis em 10,75% ao ano na neste mês, voltará a elevar a taxa básica da economia em janeiro deste ano, na primeira reunião de Alexandre Tombini no comando da autoridade monetária. A previsão do mercado é de que os juros avancem para 11,25% ao ano em janeiro e que terminem 2011 em 12,25% ao ano.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>