Busca:

Categoria Arquivos: Conceitos de Economia

Saiba mais sobre inflação e deflação


Está ocorrendo uma mudança continua em curso nos mercados de investimento globais, desde o final dos anos 1990. Eu não estou tentando agitar o vespeiro ou jogar o advogado do diabo, mas é um fato puro e simples.

Um que alguns têm abraçado e outros continuam a negar.A combinação mortal de quedas financeiras e cambiais (colapsos), que começou na Tailândia em 1997 e mais recentemente na Islândia, Grécia, Irlanda, Espanha, Portugal e Itália, – tem furos perfurados nas economias dos países envolvidos.

Incumprimentos de dívidas, problemas bancários e sim a deflação – deflação –  como uma cicatriz que vai mudar a economia global avançar. É a principal razão por trás do mercado de touro em ouro e a principal razão que continuará a apoiar impulso para cima do ouro.O que é a inflação e deflação verdade verdadeira?

Mais

IPCA de abril, teto da meta na inflação pode ser alcançado


A inflação acumulada em 12 meses até abril deve superar o teto da meta de 6,5% e os índices mensais dos três próximos meses podem trazer alívio para a escalada inflacionária mensal, preveem analistas de mercado. Mas essa trégua, provocada pela entrada da safra de alimentos e da cana e pela ausência de reajustes de preços administrados nesse período, não será suficiente para atenuar o preocupante cenário inflacionário de 2011.

taxas_200x203

Estimativas de 45 instituições financeiras ouvidas pelo AE Projeções para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de abril, que será conhecido hoje, variam de 0,66% a 0,91%, com média em 0,85%. Esse intervalo aponta para uma inflação acumulada em 12 meses até abril entre 6,39% e 6,65%, com mediana muito próxima dos 6,60%.

Mais

Inflação fecha janeiro 2011 em +1,27%


A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) fechou o mês de janeiro em 1,27%. A taxa, divulgada nesta terça-feira (1º) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), é a mais elevada desde a primeira semana de fevereiro de 2010, quando o índice registrou alta de 1,33%.

istockphoto_7804329-expense-report

O resultado de janeiro também ficou 0,09 ponto percentual acima do apurado na última divulgação, de 22 de janeiro, quando a taxa atingiu 1,18%.

O avanço no IPC-S foi puxado pelo aumento nos preços em quatro das sete classes de despesa: educação, leitura e recreação (de 2,98% para 4,01%), especialmente cursos formais, cuja taxa subiu de 4,90% para 6,82%; os transportes (de 2,08% para 2,69%), com destaque para as tarifas de ônibus urbano (de 4,36% para 6,43%); as despesas diversas (de 1,12% para 1,25%), principalmente o jogo lotérico (que na apuração anterior havia apresentado variação nula e nesta aumentou 2,67%); e habitação (de 0,24% para 0,34%), influenciada por aluguel residencial (de 0,31% para 0,65%).

Os principais índices de inflação no Brasil


IGP

Índice Geral de Preços, calculado pela Fundação Getúlio Vargas. É uma média ponderada do índice de preços no atacado (IPA), com peso 6; de preços ao consumidor (IPC) no Rio e SP, com peso 3; e do custo da construção civil (INCC), com peso 1. Usado em contratos de prazo mais longo, como aluguel.

istockphoto_11677729-business-graph

IGP-DI

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna, da FGV, reflete as variações de preços de todo o mês de referência. Ou seja, do dia 1 ao 30 de cada mês. Ele é formado pelo IPA (Índice de Preços por Atacado), IPC (Índice de Preços ao Consumidor) e INCC (Índice Nacional do Custo da Construção), com pesos de 60%, 30% e 10%, respectivamente. O indicador apura as variações de preços de matérias-primas agrícolas e industriais no atacado e de bens e serviços finais no consumo.

IGP-M

Índice Geral de Preços do Mercado, também da FGV. Metodologia igual à do IGP-DI, mas pesquisado entre os dias 21 de um mês e 20 do seguinte. O IGP tradicional abrange o mês fechado. O IGP-M é elaborado para contratos do mercado financeiro

IGP-10

Índice Geral de Preços 10, também da FGV e elaborado com a mesma metodologia do IGP e do IGP-M. A única diferença é o período de coleta de preços: entre o dia 11 de um mês e o dia 10 do mês seguinte

IPC-RJ

Considera a variação dos preços na cidade do Rio de Janeiro. É calculado mensalmente pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e toma por base os gastos de famílias com renda de um a 33 salários mínimos IPCA.

IPC-Fipe

Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, da USP, pesquisado no município de São Paulo. Reflete o custo de vida de famílias com renda de 1 a 20 salários mínimos. Divulga também taxas quadrissemanais

ICV-Dieese

Índice do Custo de Vida do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, também medido na cidade de São Paulo. Reflete o custo de vida de famílias com renda média de R$ 2.800 (há também índices para a baixa renda e a intermediária)

INPC

Índice Nacional de Preços ao Consumidor, média do custo de vida nas 11 principais regiões metropolitanas do país para famílias com renda de 1 até 6 salários mínimos, medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)

IPCA

Índice de Preços ao Consumidor Amplo, também do IBGE, calculado desde 1980, semelhante ao INPC, porém refletindo o custo de vida para famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos. A pesquisa é feita nas mesmas 11 regiões metropolitanas. Foi escolhido como alvo das metas de inflação ("inflation targeting") no Brasil

INCC

Índice Nacional do Custo da Construção, um dos componentes das três versões do IGP, o de menor peso. Reflete na economía o ritmo dos preços de materiais de construção e da mão-de-obra no setor. Utilizado em financiamento direto de construtoras/incorporadoras

CUB

Custo Unitário Básico, índice que reflete o ritmo dos preços de materiais de construção e da mão-de-obra no setor. Calculado por sindicatos estaduais da indústria da construção, chamados de Sinduscon, e usado em financiamentos de imóveis.

O que compõe o IPCA IBGE


O índice IPCA/IBGE é calculado mensalmente pelo IBGE. O IPCA/IBGE foi instituído na economía com a finalidade de corrigir as demonstrações financeiras das companhias abertas.

clip_image002

O índice IPCA/IBGE é calculado mensalmente pelo IBGE. O IPCA/IBGE foi instituído na economía com a finalidade de corrigir as demonstrações financeiras das companhias abertas.
O IPCA/IBGE verifica as variações dos custos com os gastos das pessoas que ganham de um a quarenta salários mínimos nas regiões metropolitanas de Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, município de Goiânia e Distrito Federal.

Como a inflação pode nos afetar


Quem viveu o período da ‘loucura econômica’ do Brasil na década de oitenta talvez hoje não sinta a inflação tão presente no dia-a-dia.dinheiro

A questão é que ela está presente onde existe demanda de compra não atendida ou então, como vivenciamos hoje, na variação da moeda que acaba gerando aumento nos custos de produção e transporte de mercadorias de consumo.

A inflação tem dois lados, e ambos afetam diretamente nossa vida. Quando apresenta índices baixos e controlados, a inflação estimula o crescimento da economia de forma gradual. Isso porque os preços sobem com boa margem de até 4%, valor quase não sentido no bolso, mas que representa uma boa expectativa de investimento para a indústria e o comércio. Mais

A Flexibilizaçao do Iuane e como isso afeta o Brasil


É preciso considerar que a flexibilização, embora positiva para a economia mundial, também tem riscos importantes.inflacao (1)

A flexibilização do iuane, anunciada pelo governo chinês em plena Copa da Fifa que está sendo realizada na Áfica do Sul, é uma providência importante, mas, deve-se lembrar, também envolve riscos.

A medida vai na direção de corrigir um desequilíbrio muito anterior à crise que abalou o mundo em 2008 e que, se resolvido satisfatoriamente, trará benefícios a uma recuperação saudável da economia mundial.

O preço da moeda chinesa, hoje claramente subvalorizada, não reflete a trajetória de ganhos de competitividade internacional daquele país nas últimas décadas.