Busca:

Como a inflação pode nos afetar


Quem viveu o período da ‘loucura econômica’ do Brasil na década de oitenta talvez hoje não sinta a inflação tão presente no dia-a-dia.dinheiro

A questão é que ela está presente onde existe demanda de compra não atendida ou então, como vivenciamos hoje, na variação da moeda que acaba gerando aumento nos custos de produção e transporte de mercadorias de consumo.

A inflação tem dois lados, e ambos afetam diretamente nossa vida. Quando apresenta índices baixos e controlados, a inflação estimula o crescimento da economia de forma gradual. Isso porque os preços sobem com boa margem de até 4%, valor quase não sentido no bolso, mas que representa uma boa expectativa de investimento para a indústria e o comércio.

No entanto, se os índices se desestabilizam, o estrago é grande para o consumidor, que perde consideravelmente o poder de compra, iniciando um círculo vicioso de enfraquecimento econômico. O ideal para não ser pego de surpresa com a conta no vermelho é controlar mensalmente o preço dos produtos no mercado e no comércio em geral.

Acompanhe os índices de aumento mês a mês e crie sua própria estratégia de compra para fugir da inflação.

Post Relacionados

1 Comentário

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>