Busca:
BANNER_TOP_960

Inflação diminui, a queda dos alimentos é a responsável


Após alguns meses com uma tendência de alta da inflação o IPCA-15 (índice de preços ao consumidor amplo-15) divulgado pelo IBGE nesta semana mostra que houve um recuo da tendência inflacionária em relação aos meses anteriores. O índice indicou 0,19% no período apurado e houve expectativa de que ficasse em até 0,22%.images (1)

Esta queda, segundo o Ministro da Fazenda, Guido Mantega em conversa com jornalistas, deve-se a diminuição do preços dos alimentos que vem fazendo a inflação recuar. Preços estes que em função das chuvas no início do ano subiram empurrando a inflação para cima. Superado este momento, o que ocorre agora é uma tendência de queda.

Sobre o crescimento da economia, o Ministro acredita que haverá um crescimento sustentável com percentual em torno de 6% a 6,5%. O que não caracteriza um superaquecimento que poderia gerar uma bolha de crescimento eventual que poderia empurrar fazer a inflação aumentar.

Segundo ele o que está ocorrendo é um aquecimento da atividade econômica normal que sustentará as taxas de inflação em níveis próximos da meta central estabelecida pelo governo. Para tanto a política de juros do governo será mantida com a tendência de elevação da Taxa Selic. A expectativa do mercado financeiro é que a Selic feche o ano no patamar de 12%.

CODIGO_ADSENSE_200x90

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil