Busca:

O que todas as crises financeiras tem em comum


A deflação exige uma pré-condição: um acúmulo maior da sociedade, na extensão de crédito (e seu outro lado, a assunção de dívida). – Conquiste o Crash, 2 ª edição (p. 88)

O que antecede  todas crises financeiras  foram acionadas por uma deflação de crédito em excesso. Este foi o fator de uma em comum … os sinais eram visíveis muitos meses, e em alguns casos anos, com antecedência. Nenhuma jamais foi completamente como o passado, para que o público sempre foi enganado assim.
Vamos ler novamente a partir da segunda edição do Conquiste o Crash (p.92):

Um acidente de deflação é caracterizada em parte por uma persistente, contínua, declínio geral profunda no desejo das pessoas e capacidade de emprestar e pedir emprestado …
Os EUA sofreu duas grandes depressões de deflação, que durou de 1835-1842 e 1929-1932 respectivamente. Cada um seguiu um período de expansão do crédito substancial. Esquemas de expansão de crédito sempre acabou em fracasso. O esquema de expansão do crédito promovida por bancos centrais em todo o mundo … é a maior de sempre … Se minha visão estiver correta, o acidente de deflação que se avizinha será ainda maior do que as duas maiores tais episódios dos últimos 200 anos.
Há evidências agora que uma tendência deflacionária está em andamento? Caro leitor, a evidência é abundante e crescendo a cada dia.

Para começar, apenas uma observação casual da vida econômica nacional revela um declínio geral profunda no desejo das pessoas e capacidade de emprestar e tomar emprestado.

Mas há muitos sinais específicos que apontam para o padrão de falência, e uma espiral deflacionária.No entanto, eles não estão pegando as manchetes. O “bom” relatórios econômicos e mercado de ações estão levitando. O público provavelmente vai ser enganado novamente. Mas não se enganem, os sinais estão lá.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>