Busca:

Preço de commodities recua novamente


Os preços dos produtos básicos (commodities) com mais impacto sobre a inflação brasileira recuaram em junho pelo terceiro mês consecutivo. Segundo o Banco Central, os preços estão hoje no menor nível desde dezembro e 7,5% abaixo do pico alcançado em março.

chancho-roto

A queda do IC-Br (Índice de Commodities do Banco Central) foi maior que a verificada no indicador internacional CRB, que tem outra composição e recuou 5,9% na mesma comparação.

O indicador do BC considera produtos com mais impacto sobre preços no Brasil. Inclui alguns itens do CRB e acrescenta outros, como café, alumínio, petróleo e gás.

Em 12 meses, os preços que mais afetam o Brasil acumulam alta de 31,7%, acima do verificado no CRB (16,2%). A alta das commodities é apontada como um dos principais fatores que fizeram a inflação ultrapassar o teto da meta no Brasil recentemente.

A maior alta em 12 meses foi nos produtos da agropecuária, que apresentaram também a maior queda desde março, de 10,4%.

Metais, como alumínio e minério de ferro, tiveram queda de 7,1%. As commodities energéticas (petróleo, gás natural e carvão) recuaram 0,44%.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil