Busca:
BANNER_TOP_960

Propõem ao governo cortar despensas


Hoje se divulgou um documento elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o qual será encaminhado à ministra do Planejamento, Miriam Belchior. Nesse estudo solicitam além de recomendar ao governo de Dilma Rousseff um corte de R$ 40 bilhões no Orçamento da União de 2011.

O esforço fiscal mostra se como a melhor maneira de contiver o avanço da inflação sem ter que elevar a taxa de juros no médio prazo. Antes de assumir, Dilma já acenava com a necessidade de o governo cortar as despesas.

“A política fiscal expansionista dos últimos anos precisa ser revista. Caso esse caráter não seja alterado, o esforço da política monetária para conter um excesso de demanda casino spiele que pressione a inflação será maior e irá comprometer o crescimento da economia”, declarou a CNI.

Para não prejudicar obras importantes para o desenvolvimento, a confederação defendeu que sejam poupados do ajuste fiscal 28 programas que integram as áreas de logística, energia, infraestrutura social e urbana e de política industrial. Na área de dgfev online casino transporte, a entidade citou as obras da rodovia BR-163, entre Santarém, no Pará, e Mato Grosso, que prevêem investimentos de R$ 859 milhões, a Ferrovia Norte-Sul, de R$ 2,8 bilhões, e a ampliação dos aeroportos nas cidades que sediarão a Copa do Mundo de 2014.

Mais um setor nacional opinou sobre o tópico. A Diesse afirmou que um novo piso de R$ 540,00 é insuficiente para compensar inflação, afirma Dieese. O reajuste de R$ 30 desagradou às centrais sindicais, que defendem o mínimo de R$ 580. De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, estima-se que cerca de 47 milhões de pessoas tenham rendimentos com base no salário mínimo. O atual valor injetará R$ 18 bilhões na economia. Em contrapartida, o governo terá uma arrecadação adicional de quase R$ 9 bilhões.

CODIGO_ADSENSE_200x90

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil