Busca:

Etiqueta Arquivos: selic

Cierre BOVESPA: Apoiado por economía local, sobe 0.59%


A bolsa de Brasil, o Bovespa, fechou o dia com movimentos de alta, apoiados pela força da economia local, as perspectivas de crescimento das exportações a mercados importantes como China, que esta se saindo da crise com passos agigantados e o aumento dos preços das matérias primas.

Aparece a preocupação entre os investidores brasileiros, já que existem tensões inflacionarias que se desprendem do aquecimento da economia.

O Bovespa se colocou nos 70,371.54 pontos registrando um avanço de 0,59%-

Durante março se conheceu que Brasil cresceu numa taxa de 2% durante o quarto trimestre de 2009, um ritmo bem considerável que motivou o governo a elevar a previsão do Produto Interno Bruto (PIB) até o 5,7% para este ano.

 

Mais

Brasil: Copom mantêm Selic sem mudança


O Copom, Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil, dispôs, por cinco votos contra três, manter a taxa Selic no seu mínimo histórico de 8,75% anual.

Na quarta feira tinha-se especulado sobre uma suba da selic para conter crescentes sinais de pressões inflacionarias. Depois de finalizar 2009 em 4,31%, cifra menor das projeções oficiais, a inflação se acelerou no começo do ano e acumulou uma suba de 1,54% entre janeiro e fevereiro.

 

Para este ano, a meta oficial se estabeleceu em 4,5%, com uma margem de variação de dois pontos percentuais e com uma estimação de crescimento perto do 5%. Mais

A calma previa a tempestade


Como podemos explicar a calma que existe atualmente, mesmo sabendo que o aperto de cinto vem ai?

Tentamos algumas explicações e uma delas pode até ser a separação de corpos que tem o mercado e o mundo político, ate parecendo que são duas dimensões diferentes, só tomando uma consciência da outra (geralmente os políticos tomar conta do que acontece no mercado) quando as coisas estão prestes a acontecer ou de fato acontecendo.

E assim que a rasgada de seda vai começar só depois que o Copom diga em quanto e que vai ficar o negocio, e lá se vê vir o indignado discurso da oposição, falando como de uma coisa que ninguém sobe e ninguém viu. E isso resulta até gracioso, porque mesmo com as capas dos diários cheias de matérias referidas no assunto, com dados obtidos do próprio mercado, que os políticos se negam a olhar, todos ficam falando que ninguém viu e batendo o peito em contra do governo. Mais

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil